Food business design: o que é e por que é importante para o meu empreendimento gastronômico?

Comentários · 348 Visualizações

Com o apoio do fundador da Growth – Food Business Design, Guilherme Cramer, iniciaremos uma série especial para falar sobre Food Business Design e como empreendedores do setor de alimentação podem utilizar essa forma de trabalho no dia a dia para o desenvolvimento dos negócios

É inegável o impacto que a contexto pandêmico exerceu e ainda exerce sobre os empreendimentos gastronômicos. O que difere o desempenho de um estabelecimento do outro é a forma como o gestor lida com as circunstâncias impostas ao negócio e como analisa e age em função dos movimentos do mercado e a mudança do comportamento do consumidor. Neste sentido, o Food Business Design vem a ser um importante aliado para encarar esses novos desafios, resolver os problemas, aproveitar oportunidades e se adaptar da melhor forma possível a esta realidade.

A identificação dos fatores negativos que incidem no negócio costuma ser rápida e suas consequências imediatas e também muito doloridas. As restrições ao horário de abertura são impostas, o fluxo de clientes diminui, as vendas caem, o estoque fica parado, geram-se perdas, os colaboradores ficam ociosos, a lucratividade diminui, os boletos continuam chegando e o desespero aumenta. Este é o roteiro inerente a maior parte dos bares e restaurantes nesta pandemia. Mas como alguns estabelecimentos estão conseguindo se manter e até mesmo ganhar mais, enquanto outros obrigam-se a fechar as portas?

Em um cenário inicial de crise é fundamental “apertar os cintos”, utilizar o tempo para fazer corte de gastos, otimizar processos, proteger o capital de giro... mas só isso não basta. O comportamento do consumidor mudou, assim como o acesso aos alimentos. Os principais canais digitais ganharam força, até a forma de consumo está diferente. Os hábitos mudaram, mais tempo em casa, mais pessoas cozinhando e tendo que lidar com todas as atribuições do dia-a-dia e ainda tentando manter a forma física e mental. As necessidades e prioridades são outras.

Se faz necessário um olhar mais atento a este movimento do mercado, a fim de entender o novo contexto, analisar as mudanças de comportamento e agir para aproveitar as oportunidades que surgem, estabelecendo novas formas de criar, entregar e capturar valor, com os recursos disponíveis.

Temos a oportunidade de aproveitar o potencial democrático que a comida tem de falar todas as línguas e de tocar todas as pessoas para adaptar ou mesmo transformar os negócios, repensando os modelos pré-estabelecidos para criar novas soluções focadas nas reais necessidades e oportunidades do mercado atual.

É com esse propósito que o conceito de Food Business Design se apresenta, para ajudar todos aqueles que desejam adaptar de forma ágil seus negócios gastronômicos, através do uso de diferentes ferramentas e frameworks que visam auxiliar o processo de tomada de decisões, que está ainda mais complexo neste momento de tantas incertezas.

Mas o que realmente é Food Business Design?

Food Business Design é o mindset de design aplicado ao contexto da alimentação que faz uso de diferentes metodologias para geração de informações, visualização sistêmica e análise dos dados de toda a cadeia de alimentos e bebidas, com intuito de identificar problemas e oportunidades e propor soluções criativas e eficientes, de forma intencional e estratégica, utilizando o alimento como ferramenta de conexão e geração de valor para negócios, marcas e, sobretudo, entre pessoas e para pessoas.

Nos próximos artigos vamos abordar mais detalhadamente o uso prático dessas ferramentas, bem como a materialização de exemplos através da apresentação de cases de sucesso nacionais e internacionais.

Fiquem ligados.

Por: Guilherme Cramer Balle - Food Business Designer

Guilherme Cramer Balle // Formado em Administração de Empresas na ESPM e especializado em Gestão de Projetos e Coaching Estratégico. Trabalha como consultor empresarial no Brasil e nos EUA nas áreas de educação, entretenimento e alimentação. Palestrante em eventos como: BS Festival, FT Festival, Innovation Week, Tecnopuc Experience. Mentor de programas como: Maratona Empreendedora, Winter School UFRGS e Clube do Empreendedor. Pesquisador de Food Design, atualmente cursa Pós Graduação em Gestão e Gastronomia em Serviços de Alimentação na UNISINOS. Fundador da empresa Growth – Food Business Design, entusiasta da gastronomia, enologia e da mixologia, combina o conhecimento técnico de gestão com a paixão pela comida.

A Growth Food Business Design acelera o crescimento de negócios gastronômicos através da utilização de ferramentas visuais e colaborativas e do desenvolvimento de experiências imersivas e dinâmicas que estimulam a inovação, mesclando os conceitos de food design, design thinking, design de negócios e métodos ágeis para a criação de startups, gestão estratégica de empreendimentos gastronômicos e execução de projetos relacionados à cadeia de Alimentação e Bebidas.

Comentários