Por que eu não consigo encontrar um funcionário?

Comentários · 84 Visualizações

7 Dicas que podem ajudar a entender melhor como enfrentar esse problema na contratação de novos colaboradores.

Com o desemprego atingindo um nível acima de 10 milhões de pessoas já algum tempo, empresários de vários segmentos vem se perguntado qual o motivo de tantas vagas simplesmente não serem ocupadas.

 

O assunto é complexo e podemos abordar diversos detalhes, mas o primeiro deles é a própria abordagem do tema. A partir da contratação do primeiro colaborador a empresa passa a ter imediatamente atividades de Recursos Humanos sendo executadas, estando essa empresa consciente disso ou não. Independentemente de ter ou não uma equipe interna de RH é fato que ele existe, e não ter um olhar cuidadoso sobre isso pode ser perigoso.

 

Empresas de todos tamanhos vem buscado inovações constantes na sua forma de produção, na gestão de seus recursos (materiais e financeiros) na sua comunicação, nas suas vendas e no seu Marketing, mas de que adianta ter tudo isso e não ter as pessoas certas para dar longevidade a esses processos.

 

Diante disso, é necessário aos empresários refletir sobre a construção de “Estratégias de Pessoas”, e ao se deparar com essa provocação pode-se pensar que estamos falando de um manual detalhado de tudo que deve ser feito. Esses guias organizados podem ser muito úteis, mas antes disso, é necessário definir qual a direção que a empresa tem em relação a participação das pessoas no negócio, como o item “Pessoas” traz resultados para a organização.

 

“Mas eu trato bem meus funcionários, as pessoas gostam de trabalhar aqui” Sim, pode ser... Mas será isso suficiente? Entender Recursos Humanos como um eixo estratégico do negócio é se conscientizar que deve ser formatada uma estratégia ou até mesmo ações que busquem resultados consistentes. O que dava certo antes, pode não funcionar mais agora.

 

Bem, com essa longa, mas necessária introdução, vamos trazer algumas dicas para ajudar no início desse pensamento ou até mesmo no complemento ao que já vem sendo executado.

 

  1. Entenda e construa o valor correto de remuneração dos postos de trabalho. O fato de haver colaboradores ativos naquele patamar de remuneração não significa que o valor está correto, na verdade você pode estar prestes a perder essas pessoas para concorrência.
  2. Aplique o valor de mão de obra correto ao seu negócio. Se o seu preço é bom justamente porque sua remuneração não está adequada esse negócio nunca conseguirá ter um crescimento ou até mesmo um funcionamento satisfatório.

  3. Pense em ações e estratégias para além da remuneração. Com a pandemia e as mudanças culturais, o trabalho continua sendo importante, mas o peso da qualidade de vida para as pessoas tem se tornado cada vez mais relevante.

  4. Invista em formação de Equipe. Dar oportunidade não significa que será de graça, até mesmo essa ação precisa ser bem desenhada para trazer resultados para o negócio. “Ah, mas eu vou formar para a concorrência!” Quando você procura uma pessoa com experiência ela não virá inevitavelmente da concorrência? É por isso que os melhores não querem sair de lá, pois tendo evolução constante a tendência da pessoa é ficar.

  5. Organize o crescimento das pessoas na empresa. Não basta colocar na vaga “Oportunidade de Crescimento” onde está estruturado e desenhado isso? E o mais importante o que as pessoas tem que fazer chegar nesse resultado.

  6. Delegue e compartilhe a Liderança. Pode ser muito interessante criar posições intermediárias entre os cargos. Permitir a liderança de alguns processos e tarefas e claro ao mesmo tempo recompensando isso.

  7. Busque conhecimento sobre gestão de pessoas. Seja com estudo sobre o tema ou procurando especialistas para orientações específicas. A Gestão de Pessoas não é tarefa exclusiva do RH, todas pessoas com alguma liderança na empresa estão fazendo isso. A função do RH é trazer as Diretrizes e melhores práticas em cada situação, mas os líderes tem que se apropriar desse papel para entregar melhores resultados.

 

Cada dica dessa permite um detalhamento ou até memos um planejamento específico. Envolva a equipe e parceiros para pensar no que já pode ser feito nesse momento. Busque ajuda e pense em ações para começar no curto, médio e longo prazo. Uma equipe incrível é com certeza algo precioso para trazer o sucesso de um negócio.

 

Helton Guerra Fernandes

Bacharel em Administração pela UFMG

Especialista em Recursos Humanos

Contato: https://linktr.ee/heltonguerra

Comentários