4 plantas ideais para se ter no ambiente interno

Comentários · 41 Visualizações

Já não é novidade para ninguém que colocar plantas nos ambientes dá um UP na decoração, não é mesmo? Mas afinal de contas, como não errar na escolha de qual planta colocar? O que você deve levar em consideração? Quais são os cuidados?

Bom, em primeiro lugar, toda e qualquer planta precisa de sol e água para sobreviver, porém, o que varia dessa necessidade, é a quantidade, e é aqui que entra a questão da vegetação ideal para se ter dentro de um espaço fechado. 

Em um espaço fechado, a disponibilidade de sol é bem menor que do lado de fora, né?! E dentro dessa perspectiva temos que procurar plantas que não possuam tanta necessidade de luz solar assim. 

Agora vamos para a parte que interessa? Quais são essas plantas e seus cuidados? 

1ª opção: Costela de Adão 

É uma planta tropical com iluminação do tipo meia sombra, ou seja, elas sobrevivem bem na luz indireta ou em locais que recebem claridade por apenas um período do dia

E atenção: se as folhas começarem a amarelar, é sinal de que o vegetal está recebendo muito sol.

Ela é uma planta ideal para se ter dentro do ambiente interno, pois, além de não ser tão dependente do sol, ela dá um ar de elegância e conforto dentro de qualquer ambiente. 

E, ah, antes que a gente esqueça, para se ter a certeza de que a planta pede por hidratação, apalpe o solo, colocando os dedos em até quatro centímetros para dentro da terra. Após retirar a mão, se o seu dedo continuar seco, é hora de regar. 

A hidratação da planta varia conforme as épocas do ano, por isso é bom fazer esse teste, mas no geral, regue ela entre 1 a 2 vezes na semana.

2ª opção: Filodendro Brasil 

É o tipo de planta ideal para pendurar em pendentes, deixando a folhagem extravasando do vaso. Dá um ar de natureza e de aconchego para o coração não é mesmo?!

Ela é uma planta que se localiza entre as regiões tropicais, possui forrações à meia sombra e é do tipo trepadeira. Inclusive, caso você queira cultivá-la como trepadeira, é interessante oferecer-lhe um suporte fixo e poroso, para que possa subir e se fixar bem, o ideal são troncos naturais (vivos ou mortos).

Em relação a iluminação, coloque ela em uma parte mais iluminada da casa, pois é importante que ela receba uma quantidade de luz diária. E sobre a hidratação, é sempre bom conferir o solo e, caso esteja seco, você deve regar. 

Ter plantas é sobre ter uma intimidade com a natureza, agindo de forma intuitiva e percebendo as necessidades dela. 

3ª opção: Antúrio 

Essa planta é clássica do paisagismo e, apesar de na imagem as inflorescências estarem na cor branca, ela possui uma variedade de cores

O Antúrio, além da beleza e do charme, é uma planta repleta de significado. Ter um antúrio certamente traz mais energia ao seu ambiente, trazendo um ar de hospitalidade e de bem-estar

Além disso, é uma planta que se adapta bem tanto no ambiente interno quanto no externo. É uma planta meia-sombra, por isso, o sol em excesso é prejudicial para ela. 

Por ser uma planta tropical, o antúrio gosta de umidade. Por isso, a rega deve ocorrer com frequência: três vezes por semana durante as estações mais quentes e duas em períodos mais frios.

4ª opção: Jiboia

Confessamos, essa planta tem um espaço no nosso coração viu?! Ela traz um efeito selvagem e uma presença muito forte da natureza dentro da ambientação. Fica maravilhosa colocando elas em algum espaço elevado e deixar as folhagens tomarem conta do espaço. 

Trepadeira tropical de fácil manutenção, a jiboia gosta de água e calor. Regue-a duas vezes por semana, aumentando o fornecimento de água no verão e diminuindo no inverno.

 

Atenção: Na rega de todas as plantas citadas, cuidado com água, pois a umidade em excesso pode ocasionar a proliferação de fungos. Dessa forma, faça a hidratação da planta com um borrifador. 

Comentários